Formação em Pilates: 7 fatos de quem não possui uma formação relevante

Você sabia? No Brasil, o método Pilates foi difundido na década de 90, desde então vem se confirmando como uma grande tendência mantendo o mercado aquecido e em alta por ser uma atividade extremamente rica, prazerosa e conter inúmeros benefícios contagiando assim a população. Estima-se que existam cerca de 30 mil estúdios de Pilates no Brasil, podendo chegar aos 50 mil ainda em 2020.

Não é de se espantar que o seu grandioso sucesso motivou muitos profissionais a buscarem a formação para se tornarem instrutores de Pilates e em paralelo podemos observar um crescimento precoce e imaturo de inúmeros estúdios onde profissionais propagam um método frágil e impreciso, executado sem o conhecimento de seus princípios, não alcançando assim os benefícios almejados.

Sendo assim, cabe um olhar questionador sobre a relevância dos cursos de formação que divulgam e vendem uma “formação completa” onde os profissionais acreditam, confiam, investem nesse sonho e tempos depois percebem o despreparo e dificuldades ocasionados pelo fato de não terem tido uma formação que respeita os padrões de qualidade PMA e CNPP.

Lívia Meira Bassetto

Eu passei por isso, e me perguntava quantos cursos teria que realizar para ter acesso a todo conhecimento essencial em um instrutor de Pilates deve possuir, então, quero aqui, ajudar você a identificar uma boa escola de formação, então, seguem algumas dicas:

  1. Uma escola de Pilates de excelência só consegue ter um currículo mínimo de qualidade se tiver cerca de 450 horas de formação.
  2. Essa escola deve seguir as normas e padrão internacionais como o PMA e CNPP.
  3. Profissionais que ministram o curso com pelo menos de 5 anos de experiência de ensino em Pilates.
  4. Um diretor de currículo com pelo menos de 10 anos de experiência de ensino em Pilates.
  5. Compare o que cada escola oferece em seu conteúdo e veja com qual você se identifica mais.
  6. Verifique a quantidade de alunos por turma, o ideal e que seja no máximo 12, pois só assim o professor conseguira dar a atenção devida.
  7. Não pense que toda formação é igual, então, não foque somente na obtenção do certificado, isso com certeza irá atrapalhar seus resultados no futuro.

Lembre-se que como instrutor de Pilates você tem o dever e a responsabilidade de zelar pela boa propagação do método onde a  qualidade em seu atendimento e essencial e que você estará lidando com pessoas que depositaram em você os seus sonhos de uma vida com mais saúde e bem-estar.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a sanar possíveis dúvidas e tenha conscientizado você em relação a importância de escolher uma boa formação em Pilates.

Gostou do conteúdo? Tem alguma dúvida ou crítica construtiva? Deixe seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *